Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Porsche Endurance Series: Sérgio Jimenez foi um dos protagonistas dos 500 Km de Interlagos

5 Dec 2019

 Jimenez mais uma vez mostrou na pista porque é um dos grandes nomes do automobilismo do Brasil

 

O capítulo final da temporada 2019 da Porsche Endurance Series, foi escrito neste sábado, 30 de novembro, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Depois de 500 Km de muita emoção e outro tanto de drama, com pista seca e molhada, Sérgio Jimenez, que formou trio com Rodrigo Mello, e Joca Neto, mostrou porque é considerado um dos maiores pilotos do automobilismo brasileiro da atualidade, onde de 14º do grid em sete voltas já ocupava a segunda colocação, em 25 voltas já era o líder da prova.

 

O piloto, atual campeão Jaguar I-Pace eThrophy, continuou escalando o pelotão e chegou ao quinto lugar na quinta volta. A briga pelos primeiros lugares esquentou, com Jimenez passando JP no “S” do Senna. Na oitava volta, Jimenez passou Paludo por fora e assumiu o terceiro lugar e logo depois por Guerrieri, para assumir a segunda posição. Com meia hora de corrida, nenhum dos 17 primeiros colocados havia feito a primeira parada. Os primeiros continuavam sendo Salas, Jimenez, Guerrieri, JP e Paludo. Jimenez liderava na classe GT3.

 

Na abertura da volta 21, Salas levou o carro aos boxes, e Jimenez assumiu a ponta. Com pista livre, Jimenez já abria sete segundos sobre Guerrieri na liderança. Na mesma volta 25, Jimenez entrou nos boxes.

 

Rodrigo Mello assumiu a pilotagem e na volta 30, teve um incidente de corrida com o #32 de Fernando Fortes. Na cabeça da corrida, após a primeira rodada de pits, Alan Hellmeister liderava no carro #31, seguido por Felipe Baptista no #444, Cacá Bueno no #5, Rodrigo Mello no #29, que não sofreu danos no contato com o #32. Mello entregou o carro para Joca, que enfrentou alguns problemas em função da chuva, que começou a cair sobre Interlagos.

 

Jimenez voltou ao comando do Porsche #29, no stint final e mais uma vez recuperou posições para conquistar mais um pódio na prova. “Foi muito bacana, tivemos um problema com o carro na classificação sexta-feira (29) que dificultou nosso rendimento. Já na corrida fizemos o que sempre estamos acostumados e o começo da prova foi fantástico. Saí de 14º para primeiro em poucas voltas foi muito legal. Eu gostei, mostramos o nosso potencial. Sabíamos que seria um pouco complicado com três pilotos, mas mesmo assim fizemos um pódio. Isso me deixa contente”, destacou Jimenez, finalizando o campeonato na quinta colocação.

 

Ações de relacionamento

 

O piloto recebeu mais de 120 convidados, num receptivo exclusivo para seus patrocinadores, que puderam conferir com todo o conforto as emoções da competição no espaço VIP. “Foi uma grande festa, onde só tenho que agradecer a Maxon Óleos, Autoluks, Piramidal, Santa Massa, Driveway, Marvitec, Havan e Capitale Energia por confiarem no nosso projeto e esperamos estarmos juntos novamente em 2020”, descreveu.

 

Além do camarote, a Santa Massa realizou uma ação de degustação com seus saborosos pães de churrasco, onde os convidados puderam se deliciar com a variedade de pães doces e salgados.

 Resultado da prova

 

1. #4 Vitor Baptista e Filipe Albuquerque, 117 voltas em 3:44:53.953

2. #1 Werner Neugebauer e Ricardo Zonta, a 11.062

3. #100 Alceu Feldmann e Gabriel Casagrande, a 12.785

4. #31 Luca Seripieri e Alan Hellmeister*, a 22.992

5. #20 Pedro Aguiar e Guilherme Salas, a 25.424

6. #5 Sylvio de Barros e Cacá Bueno*, a 43.764

7. #18 Carlos Ambrosio e Dennis Dirani*, a 1 volta

8. #7 Miguel Paludo e Justin Allgaier, a 1 volta

9. #27 Ricardo Baptista e Lucas di Grassi, a 1 volta

10. #444 Felipe Baptista e Esteban Guerrieri, a 2 voltas

11. #29 Rodrigo Mello, Sergio Jimenez e Neto*, a 2 voltas

12. #16 Marcelo Hahn e Christian Hahn*, a 2 voltas

13. #83 Maurizio Billi, Marco Billi e Gaetano di Mauro* (3.8), a 3 voltas

14. #77 Francisco Horta e William Freire* (3.8), a 4 voltas

15. #90 Eduardo Azevedo e Ricardo Mauricio, a 4 voltas

16. #15 Leonardo Sanchez e Átila Abreu* (3.8), a 4 voltas

17. #177 Raphael Miranda e Adriano Buzaid* (3.8), a 4 voltas

18. #99 Zeca Feffer e Cesar Ramos* (3.8), a 4 voltas

19. #45 Paulo Totaro e Renan Guerra* (3.8), a 4 voltas

20. #00 Marcelo Tomasoni e Renato Braga, a 6 voltas

21. #26 César Urnhani e Nelsinho Marcondes** (3.8), a 6 voltas

22. #33 Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr., a 7 voltas

23. #50 Ramon Alcaraz e Márcio Mauro** (3.8), a 7 voltas

24. #3 Fran Lara e Felipe Nasr*, a 14 voltas

25. #53 Rodolfo Toni e Danilo Dirani*, a 15 voltas

26. #270 JP Mauro e Felipe Fraga, a 60 voltas

27. #81 Gil Farah e Enzo Elias*, a 81 voltas

28. #32 Fernando Fortes e Guilherme Reischl* (3.8), a 91 voltas

29. #87 Nelson Monteiro, Lucas Salles e Ayman Darwich** (3.8), a 109 voltas

Desclassificado:

#10 Adalberto Baptista e Bruno Baptista*

*GT3 Cup

**Sport

 

GT3 4.0

1. Luca Seripieri, 264

Alan Hellmeister, 264

2. Sylvio de Barros, 196

Cacá Bueno, 196

3. Carlos Ambrósio, 158

Dennis Dirani, 158

4. Rodolfo Toni, 140

Danilo Dirani, 140

5. Sérgio Jimenez, 118

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga